Eu alego insanidade temporária

Eu alego insanidade temporária

Depois desse dia o Joãozinho nunca foi mais. Não sei o motivo ao ler “Insanidade temporária” lembrei da musica Marisa Orth – Insanidade Temporária
Um pedaço da letra

Seu delegado, quem esta na sua frente
Não é uma monstra sanguinária sangue-suga
É uma vitima que agora sofre e sente
A dor e a culpa de algo que não cometeu

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Rolar para cima